Recentes avanços científicos


Medicina é uma arte de combinar ciência e tecnologia para promover a saúde e bem estar físico, mental e social da população, através da prevenção, controle e tratamento de doenças.

É de extrema importância acompanharmos a evolução da ciência e estarmos na vanguarda dos avanços tecnológicos.

Nesse sentido, Cedhel Clinica tem o prazer de informá-los sobre os Recentes Avanços Tecnológicos que acompanhamos com zelo:


No setor reprodutivo, surgiram vários testes que podem detectar a presença de DNA fetal, extraído numa simples coleta de sangue na mãe; sem colocar em risco a gestação. E através desse DNA realizar exames que comprovam alterações genéticas fetais.




1- NIPT (Non-Invasive Prenatal Testing) ou Teste Pré-natal não invasivo (Teste Harmony, Panorama, NACE, entre outros) – à partir de 10 semanas já é possível detectar síndromes ou alterações cromossômicas mais frequentes com apenas uma coleta de sangue periférico. Especialmente indicadas para mulheres com risco basal aumentado, como aquelas com filho anterior com síndrome de Down ou idade materna acima de 35 anos. Pode ser indicado também em mulheres com exame de triagem alterado ou ultrassom anormal. Anomalias cromossômicas são detectadas com uma sensibilidade e especificidade de quase 99%, minimizando a ansiedade e os riscos de procedimentos invasivos. Este exame também pode ser realizado em gestações procedentes de reprodução assistida e doação de óvulos.


2- ANALISE GENETICA DE ABORTAMENTOS (GENETIC ANALYSIS OF PRODUCTS OF CONCEPTION) - Estudo genético em produtos de abortamento por meio de painel de mutações (CGH-array) para casais que sofreram deste processo, em especial casos de abortamento de repetição e apos tratamento de reprodução assistida. Mais de 50% dos abortamentos no primeiro trimestre são devidos a anomalias genéticas, aumentando para 60% no caso de mulheres que receberam tratamento de reprodução assistida. Por isso, o estudo genético dos produtos de abortamento pode auxiliar em identificar sua causa e oferecer melhor aconselhamento para o casal.


3- TESTE DE PATERNIDADE NAO INVASIVO (NON INVASIVE PRENATAL PATERNITY TEST) - teste não invasivo realizado a partir de 10 semanas que através do DNA fetal extraído do sangue materno e capaz de identificar paternidade. Representa um enorme avanço na medicina fetal pois consegue informações que eram somente possíveis por métodos invasivos como biópsia de vilo corial ou amniocentese.

4- ERA (ENDOMETRIAL RECEPTIVITY ARRAY) - O teste consiste na analise de genes do tecido endometrial biopsiado quanto a capacidade do útero receber o embrião no dia da transferência. São analisados 238 genes envolvidos na receptividade endometrial, fator crucial na determinação da janela de implantação e sucesso da fertilização in vitro (FIV). E útil principalmente nos casos de falhas sucessivas de implantação.





Você sabia que cerca de 57 mil brasileiras por ano descobrem estar com câncer de mama? O Outubro Rosa serve justamente para alertar e conscientizar a realização de exames preventivos e diagnosticar o mais precocemente o câncer de mama e ovário.



O BRCA1 e 2 são genes que regulam a produção de proteínas inibidoras de desenvolvimento tumoral. Por isso, quando esses genes sofrem mutação, aumentam a chance da paciente portadora desenvolver câncer. Com uma coleta de sangue periférico e análise genética é possível identificar essas mutações.



O teste é indicado principalmente para pessoas consideradas de alto risco: aquelas com câncer de mama bilateral, câncer de mama associado ao câncer de ovário, com familiares com câncer de mama antes de 50 anos ou parente do sexo masculino com câncer de mama.





Enquanto no setor de cirurgias e novos tratamentos, temos hoje :



1- Cirurgia Robôtica(Da Vinci Surgical System)



Cirurgia Robótica foi desenvolvida com objetivo de realizar cirurgias altamente complexas com o conceito “minimamente invasiva”. Dessa forma, proporciona diversas vantagens sobre os procedimentos convencionais, como diminuição da dor no pós-operatório, da perda sanguínea, do tempo de permanência hospitalar e retorno extremamente rápido às atividades diárias.



O sistema é integrado por uma unidade composta por uma mesa cirúrgica com robô que possui quatro braços poliarticulados, com flexibilidade de 360º e movimentos precisos. Na ponta de um desses braços há uma câmera que capta e transmite as imagens para o console. Os outros três braços manipulam pinças cirúrgicas, movimentadas pela máquina, reproduzindo as sutilezas do mais exímio cirurgião. Outra unidade é o console, no qual os médicos recebem as imagens de alta definição e realizam os movimentos operatórios com as próprias mãos, sendo transmitidos para o robô.



Por haver visualização acurada do campo cirúrgico e possuir conforto ergonômico, aliado à destreza e precisão do braço robótico, o cirurgião consegue realizar cirurgias complexas de forma minimamente invasiva.





2 - Single-Port Surgery (Cirurgia de portal único)



Cirurgia de portal único é a cirurgia realizada através de um único portal - ou incisão – no umbigo do paciente. Através deste único acesso, é possível a passagem de todos os instrumentos necessários na realização dos procedimentos cirúrgicos de várias especialidades. Geralmente resulta em menos complicações e uma recuperação mais rápida, sendo que alguns pacientes podem retornar para casa no mesmo dia.



O principal ganho do método reside no fato de reduzir ao mínimo a cicatriz na parede abdominal, reduzindo também as complicações que podem ocorrer após a cirurgia aberta ou até na cirurgia laparoscópica tradicional. Além de excelente ganho estético. Para o cirurgião, a técnica exige mais habilidade e menor acesso, portanto maior destreza para poder vencer a limitação do método.





3 – H.I.F.U. - High Intensity Focused Ultrasound (Ultrassom focado de alta intensidade)



É um tratamento de alto custo, empregado mais comumente na Oncologia (principalmente câncer de próstata, hepático e renal), utilizando-se equipamento de emissão de alta frequência de ondas sonoras. O método guiados por ressonância magnética objetiva atingir uma parte específica do câncer, causando a morte dessa células. A vantagem desse tipo de tratamento é apresentar poucos efeito colateral, tratando-se de um método terapêutico não-invasivo



Na Ginecologia, diversos estudos estão sendo realizados para sua aplicação no tratamento de miomas e adenomiose para pacientes que desejam preservar sua fertilidade.





Fale com a cedhel

Informações de Contato

  • Segunda á sexta feira das 8h às 18h
  • Rua Galvão Bueno, 412. cj 83 - Liberdade - São Paulo
  • (11) 55791953 / Whatsapp (11) 980701688
  • cedhel@hotmail.com
  • SOS Designers

Mande sua mensagem

Template by W3layouts